Postagens

Mostrando postagens com o rótulo qualidade

Reuniões Produtivas – Parte 1

Imagem
  Reuniões Produtivas – Parte 1  por Adson Naccarati Este artigo trata do assunto reuniões (físicas e virtuais) e será divido em duas partes. Aproveite!      Só ouvir esta palavra, já representa um problema para muitas pessoas. Reuniões!   Em algumas organizações, reuniões já estão tão estigmatizadas, que passaram a representar problemas e não mais soluções. O próprio princípio de uma organização existir, é o conceito de que o trabalho deve ser executado em grupo. Com base nisso, a junção de várias pessoas em torno de um problema, ou desafio melhor colocando, caracteriza uma reunião. Então por que este estigma? Por que as reuniões se tornaram um problema na vida de vários profissionais e de várias organizações? A resposta à esta pergunta, na verdade, é simples: organizar ou participar de uma reunião, considerando os nossos desafios da vida moderna, não tem nada de intuitivo. A maior reclamação das pessoas à respeito de reuniões, é que são um processo demorado e muitas vezes, “desnece

As leis de Murphy aplicadas à Liderança e administração 2° parte

Imagem
Este é a segunda análise dos desdobramentos mais populares da Lei de Murphy, e o que pode ser aprendido para nossos desafios de Liderança. 5° Lei “Se você está se sentindo bem, não se preocupe. Isso passa” Solução: aproveite o momento e prepare-se enquanto pode Existem vários ditados que podem ser anexados à este, como por exemplo: “a vida tem altos e baixos”. Nós nos sentimos muito mais confortáveis, quando um problema passa, ou está resolvido. E é natural o que as pessoas tentem manter esta sensação de conforto e segurança. Isto é saudável até o ponto onde entra a negação de que algo pode novamente dar errado. A consequência natural de tentar evitar à todo o custo  avaliar a probabilidade de um problema ocorrer novamente, é que as pessoas passam a negligenciar toda sorte de ocorrências. Pior do que isso, a volta do problema ou de outra situação que esteja requerendo uma atenção especial, desencadeia sentimento de frustração, incompetência e decepção. Tentar evitar o pensa

VAMOS CONVERSAR SOBRE... Tipos de Ação e Melhorias

Imagem
      “Devemos pensar como indivíduos de ação e agir como indivíduos de pensamento”. Este conceito tem a intenção de te fazer audacioso, porém responsável. Isto inclui, nas entrelinhas, um problema de conceito: então a ação sem o pensamento é um erro? Pode não ser um erro, mas acaba sendo uma grande loteria. Pensamento e ação são duas faces de uma mesma moeda: a moeda da mudança. Para mudar você tem que agir, mas se você quer mudar para uma determinada direção tem que pensar. Imagine isto: de que adianta um pneu de última geração e um carro muito potente se a direção está com defeito? Assim, de forma análoga, o pensamento dirige a ação, e a ação torna o pensamento uma realidade. Então... as duas faces... Mas as ações, quando falamos em termos da Administração e Qualidade, têm algumas divisões bem definidas. Estas divisões são importantes porque dirigem o pensamento que as cria. Veja isto: desejo realizar uma ação comunitária, ajudar as pessoas, entregando e não recebendo nada

VAMOS CONVERSAR SOBRE... Eficiência, Eficácia e Efetividade

Imagem
  Antes de mais nada, vamos responder à pergunta de um milhão de dólares: Por que a administração arruma tantos termos técnicos? É uma forma de criar dificuldades e vender facilidades? Não. É bem possível neste mundo gigante que nós vivemos, existam pessoas que façam isto. (principalmente com termos importados...). O Real motivo é que, toda área de conhecimento que não lide diretamente com meios físicos (grandezas mensuráveis), precisa harmonizar termos com ideias (conceitos). Assim simplifica-se o entendimento. “Maria conhece bem seu trabalho, ela faz isto há mais de 10 anos, e dificilmente erra ou se engana, porque fez muitos treinamentos e é formada na área”. Ou simplesmente eu digo “ Maria têm muita competência ”. Então leitor, relaxe com os termos, eles na verdade simplificam... No nosso caso da Eficiência, Eficácia e Efetividade a confusão é gerada porque além dos termos serem parecidos (não são sinônimos), os conceitos também são parecidos (não são iguais). Então

VAMOS CONVERSAR SOBRE... INDICADORES

Imagem
  VAMOS CONVERSAR SOBRE...     ...INDICADORES Nesta artigo vamos conversar e passar uns conceitos e dicas sobre os indicadores. Eles servem para monitorar, controlar, informar sobre qualquer coisa que possa ser medida. O indicador por si só não resolve problema nenhum, só indica( 😉 )...claro que depois de indicar algo, esperamos que alguém tome alguma atitude..., mas falaremos isto depois. O que são indicadores?   É uma medida que me mostra um comportamento. Uma medida corporal de 38°C indica que o indivíduo tem febre. Uma temperatura de -20°C indica que está frio lá fora. O relógio marcando 13:00PM indica que estamos na parte da tarde do dia.  Vamos direto ao ponto: Ninguém pode dizer que conhece qualquer comportamento se não tiver uma base de comparação. Quando falamos que o zé-das-couves é um cara alto, implicitamente estamos comparando sua altura com a média da altura de outras pessoas do nosso convívio. Contudo, para o técnico do basquete por exemplo, onde a média de

Branca de neve e a Qualidade ISO 9001

Imagem
Ok, vamos nos situar no tempo... Todo mundo conhece a história de uma jovem princesa, que por provocar ciúmes em sua madrasta, que por acaso era bruxa, acabou comendo uma maça ruim, etc.. e tal. Mas o que ninguém sabia, era que , depois dos fatos apurados, créditos concedidos e prêmios da academia, a jovem tornou-se rainha em seu conturbado reino. Sim, conturbado. Imagine voce leitor, um reino onde uma Bruxa tinha um mandato político, que a princesa legítima estava desaparecida, e volta, assumindo o governo nos braços do povo (na verdade sete anões) com o apoio político de um príncipe estrangeiro com segundas intenções...era quase o Brasil. Quando assumiu seu trono, ao lado do príncipe supra referido, Branca de Neve, doravante Branca, viu-se deparada com algumas situações preocupantes: -O reino produzia seus bens e serviços há muitos anos, e acumulava reclamações e processos no Procon; -A liderança era boa e conhecia profundamente todos os negócios do reino, mas não dialogava

Dr. Jekyll e Mr. Hyde - uma aventura nos Recursos Humanos

Imagem
Bem mais do simples ficção,(O médico e o monstro) a natureza humana é capaz de desenvolver facetas de personalidade com o passar do tempo. Talvez uma reação evolutiva de adaptação do indivíduo às mudanças de meio, mas o fato é que existe e está presente em nossas empresas e organizações. Um fato recente me colocou em uma situação curiosa, mas infelizmente comum. E lembra muito a obra de Stevenson de 1886... Um di a destes, f omos solicitados para apoiar uma escolha entre 5 candidatos escolhidos pelo RH. A idéia, era ter a opinião técnica da consultoria, afinal, a contratação iria fazer parte da equipe do projeto. Contratado nosso homem, doravante Dr. Jekyll, inciou-se um brilhante trabalho. Em pouco tempo conseguiu a admiração e respeito dos colegas e da empresa. Conseguimos com o Dr. Jekyll, 3 certificações, e abertura de mais 5% do share de mercado. Passaram-se alguns anos. E a carreira de Dr.Jekyll ia muito bem obrigado.   O Fato Um dia, fui informado da inevitável demissão de

Nas asas da loucura

Nota: Este artigo foi publicado, logo após um senhor de idade ser colocado para fora de um vôo, pois se recusou a sair e dar lugar a outro passageiro. Outro dia estava lendo algumas notícias cotidianas ( sim, aquelas que acontecem todo dia) quando me deparei com o caso UNITED. Um senhor, médico de profissão, na flor dos seus 69 anos, foi expulso do avião, através de violência física por alguns seguranças da companhia referida. Seu crime? Comprou a passagem...deu overbooking e não tinha lugar para ele... A vítima aqui no caso, não é apenas o nariz fraturado do senhor médico, que perdeu um dente e sua dignidade. Perdemos todos nós. Como complemento deste cenário, alguns dias antes, eu tinha visto uma propaganda da referida cia. aérea, usando uma celebridade que dizia estar mais motivada a viajar e conhecer o mundo porque a compania aérea tornava tudo tão fácil e belo, que a viagem valia mais pelo translado do que pelo destino. As imagens mostravam o avião, pessoas sorrindo

Gatos, Lebres e Papelões

nota: Este artigo foi escrito em meio ao escândalo de papelões encontrados misturados à carne para consumo. Bons tempos onde cair em golpe era comprar gato por lebre. O gato hoje, parece, foi substituído pelo papelão. Normal e esperado, o gato passou a ser protegido pelas ONG's e o papelão precisa de uma destinação ambientalmente correta... Brincadeiras à parte, este assunto é sério. Voce já se deu conta das implicações de um escândalo desta magnitude, com megaempresas do setor mais fiscalizado do planeta? Além de todas as  consequências mais diretas, a grande vítima é a confiança que o consumidor ainda depositava em grandes marcas. Quantas vezes você deixou de comprar produtos menos conhecidos para "se garantir" comprando pela marca? E agora? Em quem confiar? A pergunta não é nova. Foi feita provavelmente logo após as primeiras máquinas da era industrial produzirem algo. Respondendo esta questão, a sociedade se protegeu atrás da fiscalização. E também aqui sem nov